MENU

PM fica ferido após tumulto em frente à UPP da Cidade de Deus, no Rio

PM fica ferido após tumulto em frente à UPP da Cidade de Deus, no Rio

Atualizado: Segunda-feira, 5 Setembro de 2011 as 8:34

O fim de semana foi de tumulto em duas comunidades pacificadas do Rio. A primeira confusão, no domingo (4), aconteceu no Conjunto de Favelas do Alemão, comunidade da Zona Norte que foi pacificada em novembro de 2010. Por causa da confusão, o policiamento chegou a ser reforçado com mais 100 homens . Já o segundo episódio foi registrado na Cidade de Deus, na Zona Oeste da cidade, onde um policial militar ficou ferido após ser atingido por uma pedrada na cabeça. Ele foi ferido em frente à entrada de uma das sedes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade. A polícia informou que os dois episódios não têm relação.

Segundo a polícia, o tumulto na Cidade de Deus começou na madrugada desta segunda-feira (5), quando cerca de 2.000 pessoas saíam de um baile funk na favela. Algumas delas, de acordo com a PM, cercaram a UPP e atiraram pedras e garrafas contra o prédio. Uma garrafa de cerveja acabou acertando e quebrando uma vidraça nos fundos da UPP. Ninguém foi preso e, segundo a polícia, o patrulhamento não foi reforçado.

Veja onde ficam as duas comunidades pacificadas

(Foto: Arte/G1)

  Alemão

A confusão no Alemão terminou com três pessoas detidas e uma mulher ferida por bala de borracha. O tumulto envolveu moradores e militares da Força de Pacificação que atuam no conjunto de favelas da Zona Norte. Dez integrantes da tropa faziam uma ronda a pé pela comunidade, quando um homem, que assistia a um jogo de futebol em um bar, começou a hostilizá-los. O episódio ocorreu a 50 metros da estação do teleférico Itararé. Menos de uma hora depois da confusão, um morador postou um vídeo no You Tube mostrando o início do tumulto. ( veja o vídeo ).

Apreensão de granadas

Na madrugada de sábado (3), segundo a polícia, cinco granadas de fabricação artesanal foram apreendidas na Cidade de Deus. De acordo com o Disque Denúncia, elas seriam usadas para atacar a unidade e também as patrulhas que circulam pela região.            

veja também