MENU

PM mata cão e causa revolta de moradores na região central de SP

PM mata cão e causa revolta de moradores na região central de SP

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 9:08

A morte do cachorro de um morador de rua causou a revolta de moradores do bairro da Liberdade, na região central de São Paulo na madrugada desta quinta-feira (20). O animal foi morto a tiros por um policial militar que foi até ao local onde moradores de rua costumam passar a noite, porque um deles é suspeito de quebrar o limpador de parabrisa de um carro.

Na abordagem, houve confusão. O cachorro levou dois tiros. Segundo a vizinhança, ele era uma mistura de pitbull com fila.

“O cachorrinho dele não gostou da situação. Então, o cachorrinho apenas latiu pra ele, mas não chegou a atacar. Ele simplesmente pegou a arma, deu dois tiros e matou o cachorro”, afirmou porteiro Francisco Kledson.

A morte do animal provocou revolta. “É um abuso de poder mesmo da polícia, não dá para gente conviver com isso. Até quando?”, indagou a comerciante Cláudia Carlini.

O policial que atirou não quis gravar entrevista, mas afirmou que se sentiu ameaçado pelo cão. O PM disse que a última alternativa foi dar os dois tiros para preservar a própria segurança. De acordo com o policial, os moradores de rua foram agressivos com os PMs.

Policiais disseram que tentaram afastar o animal com um bastão e uma lanterna, mas não conseguiram.

veja também