MENU

PM prende chefe do tráfico que estava refugiado em comunidade

PM prende chefe do tráfico que estava refugiado em comunidade

Atualizado: Quarta-feira, 23 Fevereiro de 2011 as 3:37

  Policiais militares prenderam na manhã desta quarta-feira (23) durante uma operação em três comunidades do Lins de Vasconcelos, na zona norte do Rio, um homem suspeito de ser responsável pelo tráfico de drogas no morro São João, recentemente pacificado, e em São José da Pedra, em Madureira.

Segundo a PM, ele teria se refugiado no morro Árvore Seca, que faz parte do complexo de comunidades do Lins, após a instalação de uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) no São Carlos.

Também foram apreendidos 189 pedras de crack, 170 cápsulas de cocaína, 83 trouxinhas de maconha e dois rádios-transmissores.

A operação nas comunidades Cachoeirinha, Árvore Seca e morro do Amor, que fazem parte do complexo do Lins, aconteceu um dia após uma onda de violência no Méier, com dois assassinatos e seis motoristas assaltados em um intervalo inferior a duas horas.

Entre 19h e 20h, desta terça-feira (23), um coronel do Exército e um soldado da PM foram mortos em tentativas de assalto e pelo menos seis motoristas tiveram o carro ou pertences roubados. Por volta das 19h, o soldado da PM Diego da Silva Fernandes, de 27 anos, foi morto a tiros ao reagir a uma tentativa de assalto a sua moto na rua 24 de Maio, próximo à estação de trem do Méier. Segundo a PM, o soldado estava à paisana e teria reagido.

O militar, que era lotado na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do morro São João, no Engenho Novo, chegou a ser levado para o hospital Salgado Filho, mas não resistiu. Ele será enterrado às 16h em Niterói.    

veja também