MENU

PM prende quarto fugitivo do presídio de Santo Antônio do Descoberto

PM prende quarto fugitivo do presídio de Santo Antônio do Descoberto

Atualizado: Sábado, 25 Junho de 2011 as 12:21

A Polícia Militar de Goiás do prendeu na manhã deste sábado (25), por volta das 9h30, mais um foragido do presídio de Santo Antônio do Descoberto, cidade goiana a 56 quilômetros de Brasília. O preso foi capturado, junto com outro homem, ao tentar fugir da cidade dentro do porta-malas de um carro. A polícia chegou ao bandido depois de receber uma denúncia anônima. Ele cumpre pena por tráfico de droga.

Segundo a polícia, foi apreendida com ele uma pistola que tinha sido levada pelos presos no momento da fuga. O presidiário foi levado para o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) de Santo Antônio do Descoberto.     Dos 14 presos que fugiram na madrugada desta sexta-feira (24) do presídio de Santo Antônio do Descoberto, quatro foram recapturados. Os quatro homens que renderam os agentes penitenciários para possibilitar a fuga também foram detidos.

Entre os dez que continuam foragidos, há presos de alta periculosidade, segundo a polícia goiana. Seis aguardam julgamento por crimes como homicídio. A cadeia da cidade tem capacidade para 36 pessoas, mas estava com 96 detentos.

Alexânia

A polícia goiana também procura os três presos que escaparam da cadeia de Alexânia, cidade a cerca de 100 quilômetros de Brasília, na última quinta-feira (23). Durante a rebelião, cinco pessoas ficaram feridas.

O cabo da Polícia Militar goiana baleado durante o motim continua internado em estado grave na UTI do Hospital de Urgência de Anápolis. Ele ferido com um tiro no tórax. O policial passou por uma cirurgia e, segundo informações do hospital, está inconsciente e respira com ajuda de aparelhos.

De acordo com o diretor da unidade prisional, Carlos Pitanga, um dos agentes prisionais ferido durante a rebelião recebeu alta na madrugada desta sexta-feira (24). Ele foi atingido com um tiro no braço e outro de raspão no peito. O outro agente prisional baleado na rebelião deve continuar internado até domingo.

veja também