MENU

PM usa balas de borracha para acabar com baile funk em SP

PM usa balas de borracha para acabar com baile funk em SP

Atualizado: Quinta-feira, 29 Setembro de 2011 as 2:18

Cansados do barulho dos bailes funks ou “pancadões” que acontecem nas ruas do bairro, os moradores do Jardim da Conquista, no extremo da Zona Leste de São Paulo, resolveram acionar a Polícia Militar. Balas de borrachas e gás lacrimogêneo foram usadas para dispersar o grupo que se reúne todo o fim de semana no meio da rua. A equipe do SPTV flagrou tudo, até o momento em que um dos policiais atirou e depois saiu rindo. Nos fins de semana, as travessas Sonho por Sonho e Índia ficam abarrotadas de gente. Centenas de pessoas passam a noite toda na rua, com muita bebida e o som alto, o que incomoda os vizinhos. A presença de menores também é comum.

O bairro é residencial e os moradores dizem não aguentar mais. Uma moradora, que não quis se identificar, diz que é impossível dormir. “A gente não consegue dormir, nós passamos noites em claro, o barulho vai até as 7h”. Quem participou do funk, reclama. “A polícia chega atirando, chega dando borrachada nos outros.”

Só na capital paulista, são 30.400 reclamações por mês de excesso de barulho. Em primeiro lugar estão as casas e os apartamentos, seguido de som de veículos e, em terceiro lugar, festas e reuniões nas ruas.

Segundo o coronel Alvaro Batista Camilo, comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, a abordagem da PM não foi correta. “A forma de usar, porque eles agridem a polícia também, mas a forma que o policial fez foi totalmente contra o que a polícia prega. O sarcasmo usado por ele é contra, nós trabalhamos com respeito à pessoas.”

veja também