MENU

Police Neto vence disputa pela presidência da Câmara de SP

Police Neto vence disputa pela presidência da Câmara de SP

Atualizado: Quarta-feira, 15 Dezembro de 2010 as 10:32

O vereador José Police Neto (PSDB) venceu a disputa pela presidência da Câmara Municipal de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (15). Ele teve 30 votos e seu oponente, o vereador Milton Leite (DEM), 25 votos. Nenhum vereador se absteve na votação. Police Neto é apoiado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). A votação durou menos de uma hora.

A candidatura de Leite, pelo bloco chamado Centrão, só foi confirmada instantes antes da votação. Vereadores passaram a terça-feira (14) e a madrugada desta quarta em reuniões para definir a candidatura. Ainda nesta manhã serão eleitos os outros membros da mesa diretora: primeiro vice-presidente, segundo vice-presidente, primeiro secretário, segundo secretário e corregedor. A nova mesa eleita terá mandato de um ano.

O vencedor foi escolhido por maioria simples. Police Neto irá comandar um orçamento de R$ 453 milhões em 2011 e parte dos 1,9 mil funcionários do Poder Legislativo, além de analisar as propostas do prefeito de São Paulo - cidade com orçamento de R$ 35,3 bilhões em 2011 - e até eventualmente substituí-lo em caso de ausência do titular e da vice.

Com poder para fortalecer ou diminuir o peso político de Kassab, a eleição do presidente também pode influenciar na disputa pela sucessão municipal em 2012 e na disputa pelo governo paulista em 2014.

Negociações

Na véspera da eleição, com a sessão ordinária suspensa, a Câmara viveu uma terça-feira de negociações nos bastidores. Police Neto conta com apoio integral do PSDB, PMDB, PRB, PCdoB, PPS e PDT e parcial do PSB, DEM, PP e PV. Os acordos entre os parlamentares para definir a chapa vitoriosa envolveram ainda a discussão sobre a presença de cada um dos partidos nas principais comissões.

A votação foi marcada por reclamações dos membros do Centrão em relação à traição de alguns vereadores que votaram no candidato do PSDB por indicação de seus partidos. Antônio Carlos Rodrigues (PR), atual presidente da Câmara, mostrou na terça uma lista com 17 nomes assinada no início do ano e com reconhecimento em cartório. Nela, há três vereadores que se comprometeram a votar no Centrão e que agora mudaram de ideia.

Durante a votação, diversos vereadores aproveitaram o momento de anunciar seu voto para protestar contra as chamadas traições. Após a eleição de Police Neto ser anunciada, o vereador José Américo, líder do PT na Câmara, disse ao microfone que a posse de Police Neto seria manchada. "A sua faixa vai estar carimbada com o carimbo da traição. Isso vai dificultar sua vida nessa casa", afirmou.

Perfil

Police Neto tem 38 anos e está em seu segundo mandato como vereador em São Paulo. Ele ingressou nas atividades políticas aos 14 anos, quando se filiou ao PSDB e passou a acompanhar o pai, servidor público. O vereador cursou Ciências Sociais na Universidade Federal de São Carlos (Ufscar). Police Neto também foi Secretário de Participação e Parceria do estado. Ele é casado e tem uma filha de 7 anos.

Por: Juliana Cardilli

veja também