MENU

Polícia acredita que tiro que atingiu carro de deputado do PR foi proposital

Polícia acredita que tiro que atingiu carro de deputado do PR foi proposital

Atualizado: Segunda-feira, 13 Junho de 2011 as 9:08

O tenente-coronel da Polícia Militar do Paraná Arildo Luiz Dias, disse na tarde de domingo (12) que acredita que o tiro que atingiu o carro do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná na noite de sexta-feira (10) no interior do estado, foi proposital. "Quem disparou não quis só dar susto, quis ferir alguém", afirmou o tenente-coronel.

Após desembarcar durante a tarde de domingo no aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, o deputado, que estava abalado, disse em entrevista à imprensa que só não estava no carro porque o motorista se atrasou e ele acabou pegando uma carona com um amigo. Rossoni disse ainda que recebia ameaças constantemente. "Eu recebia várias ligações, era xingado e diziam que eu precisava  me cuidar, até então, já estava encarando isso com normalidade", contou o deputado.

Ao ser perguntado sobre o reforço na segurança após o 'atentado', Rossoni se emocionou e não conseguiu responder a pergunta.

O carro foi atingido pelo tiro em uma estrada rural, a 20 km do município de Bituruna, na região Centro-Sul do estado. Estavam no veículo o motorista e o diretor financeiro da Assembleia, Sérgio Brum. Eles seguiam de Curitiba para Bituruna para buscar o deputado Valdir Rossoni.        

veja também