MENU

Polícia aguarda exame de urina para concluir inquérito contra Bruno no Rio

Polícia aguarda exame de urina para concluir inquérito contra Bruno no Rio

Atualizado: Quarta-feira, 30 Junho de 2010 as 9:21

A Delegacia de Atendimento a Mulher (Deam), em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, informou na tarde desta terça-feira (29) que falta apenas o resultado do exame de urina de Eliza Samudio, que prestou queixa contra o goleiro Bruno, do Flamengo , no ano passado, para concluir o inquérito contra o jogador. A Deam também informou que não recebeu qualquer solicitação formal da Polícia Civil de Minas Gerais, que investiga o desparecimento da ex-namorada do goleiro desde a semana passada.

Eliza foi à Deam em 13 de outubro de 2009 e, em depoimento, afirmou que, na madrugada do mesmo dia, Bruno e mais dois amigos dele a agrediram, na casa do atleta, e a forçaram a tomar um remédio abortivo. Na época, Eliza estava grávida de 5 meses de um filho que, segundo ela, seria fruto de uma realção de quatro meses com Bruno. 

O exame de urina foi solicitado pela Deam para confirmar se o remédio que Eliza disse ter ingerido à força seria um abortivo. A amostra foi coletada em outubro do ano passado, mas o Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro (IML-RJ) ainda não apresentou uma conclusão. De acordo com informações da Deam, o diretor do IML-RJ disse que o resultado ficará pronto nesta sexta-feira, 2 de julho. O diretor do IML-RJ não foi localizado para explicar o motivo da demora de oito meses para a conclusão do exame.

No inquérito no Rio, Bruno responde por quatro crimes: tentativa de aborto praticada por terceiro, cárcere privado, lesão corporal e ameaça. O laudo do exame de corpo de delito feito por Eliza Samudio, no IML-RJ, em outubro de 2009, relata que havia "vestígios de agressão" na moça .

Em 2009, em nota, Bruno negou acusações de Eliza

Em nota divulgada à imprensa, em outubro de 2009, o goleiro Bruno negou as acusações de Eliza. Leia a nota na íntegra:

“Não é a primeira vez que ela inventa esse monte de mentiras para tentar me prejudicar. Da outra vez não provou nada e não vai provar novamente, porque inventou essa história toda. Chegou ao ponto de, ontem, enviar e-mail para algumas redações de jornais do Rio dizendo que faltei ao treino do Flamengo porque estava com ela. Mas eu compareci tanto aos treinos da manhã quanto da tarde, conforme todos os jornalistas presentes puderam confirmar.

Por isso tudo decidi que só vou me manifestar através do meu advogado, que irá tomar todas as medidas cabíveis para impedir que ela continue tentando me prejudicar. Ela não se conforma porque já deixei claro que não quero nenhum tipo de relacionamento com ela. Não vou dar a essa moça os 15 minutos de fama que ela tanto deseja.”

veja também