MENU

Polícia Ambiental apreende oito embarcações no litoral Norte do ES

Polícia Ambiental apreende oito embarcações no litoral Norte do ES

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 8:19

Operação Argus (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

  A Operação Argus, realizada pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental em mar aberto no litoral Norte do Espírito Santo, abordou em dez dias de fiscalização 37 embarcações, e oito delas foram apreendidas e autuadas por infringirem a legislação ambiental de exercer pesca com equipamentos proibidos e sem licença. Todas as autuações somam o valor de R$ 137,2 mil. A operação teve fim nesta quarta-feira (5).

Segundo a Polícia Ambiental, as fiscalizações aconteceram principalmente nas embarcações pesqueiras e da Unidade de Conservação Refúgio da Vida Silvestre (RVS) marinha de Santa Cruz, no município de Aracruz.

Operação Argus da Polícia Ambiental (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

  Ao todo, foram apreendidos 1.560 quilos de peixes e 208 quilos de camarão, além de 78 carangueijos encontrados em São Mateus. Também foram apreendidos 15 balões de arrasto para pesca de camarão e a soma de 10,7 metros de redes de espera. Segundo a polícia, todos os peixes e camarões apreendidos foram doados para 12 entidades filantrópicas de Aracruz, Linhares e Vitória, conforme estabelece a Lei.   Além do pescado, também foram apreendidos 18 pássaros da fauna silvestre, dentre eles o curió, que está na lista de ameaçados de extinção

Um homem foi detido a bordo de uma embarcação. Os policiais ambientais checaram no sistema do Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) e verificaram que constava mandado de busca e apreensão em aberto por furto e posse de droga. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Aracruz.

Segundo a Polícia Ambiental, no período da Operação Argus equipes de apoio de terra também realizaram outras vistorias em locais com potencialidade poluidora, como áreas de atracação (cais) de embarcação, de venda de combustível e gelo para embarcações. Ainda foram realizadas autuações por atividades de tratamento de esgoto sem licença e em desacordo com as normas.

Além do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, participaram da operação o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Delegacia Especializada de Meio Ambiente da Policia Civil.

Operação Argus da Polícia Ambiental (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)        

veja também