Polícia apreende menor que teria confessado assassinato de lutador

Polícia apreende menor que teria confessado assassinato de lutador

Atualizado: Quinta-feira, 11 Março de 2010 as 12

Policiais da 36ª DP (Santa Cruz) apreenderam um menor de 17 anos, dentro de um ônibus, na saída da Favela do Aço, na Zona Oeste do Rio, que teria confessado ter matado o lutador de jiu-jistu Marco Jara, em dezembro de 2009.

O lutador, que morava nos Estados Unidos, seguia com amigo americano para passar as festas de fim de ano em Angra dos Reis, na tarde do dia 24 de dezembro, quando parou no acostamento da estrada na Zona Oeste para pegar um objeto na mala do carro. O carro em que viajavam pertencia ao ator Luciano Szafir, amigo do lutador.

Os dois foram rendidos por assaltantes armados. Jara foi baleado e morreu ao tentar tirar a arma da mão do assaltante. O americano ferido foi jogado para fora do carro e socorrido por moradores de uma favela.

Segundo o delegado José de Moraes Ferreira, através de investigações os policiais chegaram ao menor. Ele contou em depoimento que estava acompanhado de outro adolescente no dia do crime.. Durante toda a madrugada, policiais da 36ª DP tentaram localizar o comparsa, mas não o encontraram.

O menor vai ser encaminhado para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e depois encaminhado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), no Centro do Rio. Ele deverá ser apresentado ainda nesta quinta-feira (11) à promotoria da 2ª Vara da Infância e da Juventude.

veja também