MENU

Polícia de Caxias do Sul investiga falsificação de atestados de saúde

Polícia de Caxias do Sul investiga falsificação de atestados de saúde

Atualizado: Quinta-feira, 6 Janeiro de 2011 as 8:28

A Polícia Civil de Caxias do Sul vai reforçar as investigações sobre a venda de atestados de saúde falsificados. Comerciante denunciou ao Pioneiro que trabalhadores estão comprando documentos ilegais por R$ 20. Os falsificadores utilizam talonário de postos de saúde e carimbos de médicos da cidade, mas adulteram assinaturas.

De acordo com o delegado Tarcísio Lobato Kalbach, do 2º Distrito Policial (DP), depoimentos serão acrescentados às cinco investigações em andamento sobre a fraude. O delegado vai ouvir nos próximos dias um comerciante, responsáveis pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos bairros Vila Ipê e Santa Fé e mais um médico, além de dois que já foram ouvidos.

— Não temos como chegar ao falsificador se esses fatos não vierem ao nosso conhecimento. Inclusive, o depoimento de um comerciante pode esclarecer o crime — destaca.

A Secretária Municipal da Saúde, Maria do Rosário Antoniazzi, voltou a afirmar que não há envolvimento de servidores no sumiço de blocos e carimbos, conforme processos administrativos já apuraram.

— É lamentável que pessoas de má fé abalem a credibilidade dos médicos e do nosso sistema de saúde. Por outro lado, são fatos isolados. De 360 médicos, apenas dois profissionais foram vítimas da fraude. Um carimbo pode ser roubado de uma UBS assim como de um consultório particular — defende a secretária.

Das outras vezes em que foi constatado furto de talonário nas UBSs, além do registro policial, os lotes dos talões roubados foram substituídos, conforme a secretária.

veja também