MENU

Polícia do RJ quer ouvir pais de bebê morto que sumiu de necrotério

Polícia do RJ quer ouvir pais de bebê morto que sumiu de necrotério

Atualizado: Segunda-feira, 3 Outubro de 2011 as 1:04

O delegado Nilton Pereira dos Santos Silva, da 76ª DP (Niterói), espera ouvir na tarde desta segunda-feira (3) o depoimento dos pais da recém-nascida cujo corpo sumiu do necrotério do Hospital de Clínicas de Niterói (HCN), na Região Metropolitana do Rio. A diretoria do hospital e funcionários devem ser ouvidos na terça-feira (4), segundo o delegado. Ele investiga ainda se existem câmeras nas proximidades do acesso ao necrotério do hospital que possam ter gravado as imagens das pessoas que passaram por lá no dia do desaparecimento do corpo.

O HCN informou no domingo (2) que o corpo da recém-nascida desapareceu na quinta-feira (29). A menina nasceu com 30 semanas e 490 gramas no dia 21 de setembro e morreu do dia 27, devido aos problemas de sua condição de prematura extrema. A direção do hospital denunciou o caso na delegacia e abriu sindicância interna para apurar o fato.

“Em 20 anos de história de prestação de serviços de saúde, o HCN nunca registrou nenhum fato semelhante. Pois, além do extremo compromisso com a vida humana, o hospital tem um grande respeito pela finitude da vida, quando esta ocorre”, disse o hospital em nota, no domingo (2).            

veja também