MENU

Polícia encontra cativeiro e liberta empresário em Mauá

Polícia encontra cativeiro e liberta empresário em Mauá

Atualizado: Quarta-feira, 28 Abril de 2010 as 12

Um empresário de Mauá, no ABC, foi libertado pela polícia na madrugada desta quarta-feira, dia 28, de um cativeiro na Zona Leste de São Paulo. Ele estava havia mais de um dia em poder dos sequestradores. As armas usadas pelos bandidos impressionaram os policiais.

O empresário de 44 anos dormia em um colchão com os pés acorrentados e os olhos vendados por óculos de esqui pintados, num quarto sujo, que ficava no fim de um corredor.

"Encontramos a vítima deitada, bastante debilitada. Perguntamos quem ele era, e ele nos explicou que havia sido sequestrado. Começou a chorar, disse: 'vocês salvaram a minha vida'", contou João Paulo Gouveia, tenente da Polícia Militar.

O empresário tem problemas cardíacos. No quarto, além de comida e de um cobertor sujo, havia também a caixa de remédios que a vítima usava para controlar a pressão.

O cativeiro ficava nos fundos de uma casa em reforma na Rua Lopes França, no Iguatemi, bairro da Zona Leste de São Paulo. Foi por meio de uma denúncia anônima que a polícia chegou até o local. "Com a chegada da polícia, os indivíduos que estavam na frente tentaram evadir-se, então já foi um indício de que algo estava errado ali", afirmou o policial.

Um sequestrador tentou fugir em um carro, houve perseguição, e ele bateu num muro. Atirou em direção aos policiais, mas foi baleado e morreu no hospital. A polícia ficou impressionada com as armas utilizadas pelos bandidos.

O empresário foi sequestrado na porta de casa, em Mauá, na Grande São Paulo, na noite segunda-feira (26), e ficou pouco mais de 24 horas em poder dos bandidos, que já teriam feito contato com a família da vitima para pedir o resgate.

O empresário foi medicado e, ainda no hospital, confirmou aos policiais que o bandido morto no tiroteio participou do sequestro. Ele reconheceu também a arma utilizada por ele.

veja também