MENU

Polícia está à procura de clínica onde jovem teria feito aborto em MS

Polícia está à procura de clínica onde jovem teria feito aborto em MS

Atualizado: Quarta-feira, 22 Junho de 2011 as 12:46

Corpo de Marielly foi encontrdo em canavial

(Foto: Fernando da Mata/G1 MS)

  A Polícia Civil de Campo Grande está tentando descobrir onde a estudante Marielly Barbosa Rodrigues teria feito um aborto, provavelmente em clínica clandestina na região de Sidrolândia, município 70 quilômetros distante de Campo Grande. A jovem havia desaparecido no dia 21 de maio e o corpo foi encontrado no dia 11 de junho. A perícia acredita que ela tenha morrido em decorrência de aborto mal sucedido .

Em entrevista na terça-feira (21), Fabiano Nagata, titular da Delegacia de Homicídios, e médicos legistas disseram que Marielly morreu em consequência de forte hemorragia. A perícia não constatou sinais de violência aparente e, por isso, a causa mais provável é que ela tenha morrido em decorrência do aborto.

Segundo a perícia, Marielly não teria morrido no local em que foi encontrada, em um canavial no município de Sidrolândia, distante 70 quilômetros de Campo Grande. As evidências indicam o crime de ocultação de cadáver. A polícia adiantou que algumas pessoas já estão sendo investigadas, mas não são consideradas necessariamente suspeitos. O principal envolvido, segundo a polícia, é o pai da criança, segundo o delegado.

O exame que comprovou a gravidez foi feito no dia 28 de fevereiro, o que indicaria uma gestação de pelo menos três meses, desde aquele período.        

veja também