MENU

Polícia faz buscas no sítio do goleiro Bruno em Minas

Polícia faz buscas no sítio do goleiro Bruno em Minas

Atualizado: Segunda-feira, 28 Junho de 2010 as 9:02

Por volta das 16h30 desta segunda-feira (28), a polícia entrou no sítio do goleiro do Flamengo Bruno, em Esmeraldas (MG), para escavar a área em busca do corpo de Eliza Samudio, desaparecida há três semanas. Cinco carros da polícia estão no local. Duas viaturas do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para o sítio, por volta das 17h. De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, os carros foram enviados após suspeita de um corpo em uma cisterna.

A delegada Alessandra Wilke disse em coletiva à imprensa, na manhã desta segunda-feira, que a jovem teve um relacionamento com o jogador no ano passado e alegava que o atleta é pai de um bebê de 4 meses.

De acordo com a polícia, o sumiço da jovem começou a ser investigado depois de denúncias de que ela havia sido agredida no sítio que pertence ao jogador. Ainda segundo a delegada Alessandra, Bruno é suspeito de envolvimento no desaparecimento de Eliza.

Dayane Fernandes, mulher do goleiro Bruno, teria dito, em depoimento à polícia, que a jovem Eliza abandonou o filho de 4 meses. O bebê foi encontrado pela polícia na madrugada de sábado (26), com uma senhora desconhecida, e entregue a Luis Carlos Samudio, pai de Eliza, no domingo (27).

Dayane chegou a ser levada à delegacia na sexta-feira (25). Alessandra afirma que, depois de entrar em contradições, a mulher do jogador contou que escondeu o bebê a pedido de um amigo do goleiro. Dayane teria dito que Eliza deixou o filho com Bruno. A delegada, entretanto, diz que a madrasta de Eliza, que também prestou depoimento, não acredita na possibilidade de abandono.

Polícia entra no sítio do goleiro Bruno, em Minas Gerais (Foto: Reprodução/TV Globo)   A delegada se reuniu na manhã desta segunda-feira com três outros delegados, para falar sobre as informações que já foram colhidas. A polícia também já ouviu funcionários do sítio de Bruno e amigas de Eliza.

saiba mais Mulher de goleiro diz que bebê foi abandonado, segundo delegada 'Tenho quase certeza de que não está mais entre a gente', diz pai sobre Eliza Amigas relatam último contato com Eliza antes do seu desaparecimento Afastamento

O goleiro do Flamengo ainda não se pronunciou oficialmente, mas, segundo Michel Assef Filho, vice-presidente jurídico do clube, está à disposição da Justiça e deve prestar depoimento nesta semana. Assef também revelou que Bruno e Eliza haviam entrado em um acordo para a investigação da paternidade do bebê da jovem.

Nesta segunda, a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, afirmou que o goleiro ficará afastado enquanto o caso não for esclarecido. "O Flamengo entende que não tem competência para julgar qualquer situação, e tão logo aconteça esse julgamento da Justiça o Flamengo tomará, com tranquilidade, as medidas cabíveis. Só podemos dizer que ele fica afastado do grupo que vai para Itu, e permanece treinando no Ninho do Urubu", disse.

Bruno não participou do treino nesta manhã, na Gávea. Ele chegou atrasado e entrou pelas portas dos fundos. Flagrado pelo repórter Cláudio Perrout, da Rádio Globo, o jogador não quis gravar entrevista, mas disse estar "com a consciência tranquila". "No futuro , vou rir disso tudo", afirmou ao jornalista.

Do G1, em São Paulo, com informações da Globominas.com

veja também