MENU

Polícia Federal pede ao STJ autorização para investigar Agnelo

Polícia Federal pede ao STJ autorização para investigar Agnelo

Atualizado: Quarta-feira, 9 Novembro de 2011 as 5:13

A Polícia Federal pediu nesta quarta-feira (9) autorização ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para investigar as denúncias feitas pela deputada distrital Celina Leão (PSD) contra o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, de suposto recebimento de propina quando ele era diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Agnelo nega e se diz vítima de "armação criminosa".

Por ter foro privilegiado, a PF só pode investigar o governador com a autorização do STJ. A corte informou não ter prazo para avaliar o pedido. De acordo com a assessoria da PF, a polícia também solicitou autorização para realizar uma perícia no material que a deputada entregou nesta terça na superintendência do órgão em Brasília.

Entre os documentos está a gravação em que o ex-funcionário da União Química Farmacêutica Daniel Tavares diz ter pago propina a Agnelo quando ele diretor na Anvisa.  Também foi apresentado o extrato de conta bancária que mostra a transferência de R$ 5 mil da conta de Tavares para a de Agnelo.

Nesta terça, porém, Tavares voltou atrás na acusação. Em vídeo apresentado pelo líder do PT na Câmara do DF, Chico Vigilante, Tavares diz que o dinheiro que depositou na conta de Agnelo era a devolução de um empréstimo feito pelo governador a ele.

A versão do empréstimo já havia sido dada por Agnelo na segunda-feira. O governador nega irregularidades.          

veja também