MENU

Polícia instaura inquérito para apurar roubo a passageiros no metrô do Rio

Polícia instaura inquérito para apurar roubo a passageiros no metrô do Rio

Atualizado: Sexta-feira, 13 Maio de 2011 as 12:50

A Polícia Civil do Rio instaurou um inquérito policial nesta sexta-feira (13) para apurar o roubo a vários passageiros dentro de um vagão da Linha 1 do metrô, na noite de quinta-feira (12).

Segundo a polícia, o delegado da 6ª DP (Cidade Nova), Luiz Alberto de Andrade, está ouvindo as vítimas e disponibilizando as imagens do álbum do arquivo da polícia para que sejam feitos o reconhecimento e o retrato falado dos envolvidos no roubo.

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transportes do Rio (Agetransp) informou que também instaurou processo para acompanhar as investigações policiais do assalto.

Os trens das linhas 1 e 2 do metrô no Rio circulam normalmente, com intervalos regulares, nesta sexta. Na noite quinta-feira, por causa do assalto, a circulação chegou a ser temporariamente interrompida.

O assalto

Por volta das 22h40 de quinta-feira (12), a concessionária Metrô Rio, que administra o metrô no Rio, confirmou que houve um assalto dentro um trem que seguia na Linha 1, próximo à estação Estácio de Sá, na Zona Norte da cidade. Segundo a empresa, por volta das 21h, sete criminosos renderam os passageiros que seguiam para a Praça Saens Peña.

Inicialmente, a concessionária chegou a informar que se tratava de uma tentativa de assalto , mas, após investigação no local, verificou que alguns passageiros tiveram os seus pertences roubados. O Metrô Rio afirmou, ainda, que ninguém ficou ferido.  

Policiais do 1º BPM (Estácio) foram acionados para o local. De acordo coma PM, não houve informações sobre tiroteio. No entanto, testemunhas contaram à polícia que ouviram tiros dentro do vagão. Ainda de acordo com passageiros, os criminosos anunciaram o assalto logo após o trem partir da estação Praça Onze. Uma mulher teria acionado o alarme de emergência do vagão.

A concessionária confirmou, também, que os criminosos embarcaram na estação Central do Brasil e fugiram pela estação Estácio. Ainda de acordo com o Metrô Rio, pelo menos 15 pessoas tiveram os seus pertences roubados. Policiais militares fizeram buscas na região, mas até as 23h40 de quinta-feira nenhum suspeito tinha sido localizado.

“De repente a gente viu e começaram a gritar ‘assalto, assalto, assalto’, eu vi só dois meninos com armas, mas havia mais pessoas com armas, e a gente começou todo mundo a se jogar no chão. Mandaram a gente ser rápido, eu joguei todas as minhas coisas em cima do banco e ele (assaltante) pegou o meu relógio”, contou uma passageira, cuja identidade foi preservada.      

veja também