MENU

Polícia investiga abandono de bebê com fraturas e hemorragia no Rio

Polícia investiga abandono de bebê com fraturas e hemorragia no Rio

Atualizado: Quarta-feira, 22 Junho de 2011 as 1:37

Agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav) investigam se uma menina de 6 meses de idade, que está internada em estado grave no Hospital Jesus, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, foi vítima de maus tratos. O bebê foi internado no último dia 10, com seis costelas fraturadas e hemorragia nos olhos. A criança está em estado grave, mas estável, na Unidade Intermediária (UI), segundo a Secretaria municipal de Saúde.

O conselheiro Gilberto Costa, do Conselho Tutelar da Zona Sul, foi alertado pelo serviço social do hospital sobre o caso. Ele registrou queixa de lesão corporal grave na Dcav nesta terça-feira (21), depois que os pais da criança foram convocados para prestar esclarecimentos a respeito dos ferimentos e não compareceram nem justificaram a ausência.

“Eles desapareceram. O pai contou que era guardião de piscina e que deve ter quebrado as costelas da criança ao tentar reanimá-la. Mas não explicou porque a criança precisava ser reanimada se ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha, no dia 10, porque estava com hemorragia nos olhos”, disse o Costa.

Ainda segundo o conselheiro, as fraturas só foram constatadas após exames de raio-X realizados no Hospital Jesus, unidade para a qual a menina foi transferida no mesmo dia 10. Costa diz que os pais não ficaram com a criança no hospital e não apareceram mais para visitá-la.

“O bebê foi abandonado no hospital. Por causa disso, já dei entrada no pedido para que seja retirada deles a guarda da criança e que ela fique à disposição para adoção”, disse o conselheiro, que também pediu para que sejam feitos exames que possam mostrar se a menina foi vítima de agressão ou de negligência por parte dos pais.        

veja também