MENU

Polícia investiga agressões a bebê no interior de SP

Polícia investiga agressões a bebê no interior de SP

Atualizado: Quinta-feira, 7 Abril de 2011 as 8:44

A polícia de Assis, no interior de São Paulo, investiga um caso de agressão contra um bebê de 1 ano e 3 meses que está com várias fraturas pelo corpo. O padrasto e a mãe da criança são os principais suspeitos.

A menina foi levada ao hospital da cidade nesta quarta-feira (6) com ferimentos no corpo. Ela sofreu três fraturas nas pernas e está engessada até a barriga, além de apresentar hematomas no pescoço e sinais de queimaduras, possivelmente feitas com cigarros, nos dedos dos pés.

A criança foi levada para a Santa Casa de Assis pela mãe, que disse que a menina havia caído de um carrinho. Depois de examinar a criança, o médico passou a desconfiar da história. A suspeita é que a menina vinha sofrendo seguidos maus-tratos por parte do padrasto e da mãe.

Uma vizinha do casal contou que já viu o padrasto da criança a agredir. A mãe foi embora do hospital assim que o médico chamou a polícia. “Me chamou a atenção uma criança com três fraturas, essa história que caiu do carrinho não condiz com o quadro dela”, disse o ortopedista Marco Caruso.

Um inquérito foi aberto para apurar a responsabilidade dela e do padrasto nas possíveis agressões. Até agora, ninguém foi preso. O Conselho Tutelar entregou a guarda provisória da menina para o pai. “O doutor mostrou o raio-x, a perna quebrada, toda machucada. Eu fiquei triste, uma situação dessas não devia estar acontecendo”, afirmou Paulo Rodrigues, pai da criança.      

veja também