MENU

Polícia investiga atentados contra obra de estação de esgoto em SP

Polícia investiga atentados contra obra de estação de esgoto em SP

Atualizado: Quarta-feira, 2 Março de 2011 as 8:18

A polícia de Barrinha, a 337 km de São Paulo investiga dois atentados contra a realização da obra de construção da estação de tratamento de esgoto da cidade. Os crimes aconteceram em um intervalo de menos de uma semana.

Na primeira ocorrência os suspeitos destruíram a laje da obra da estação de tratamento. Na madrugada desta terça-feira (1º), uma garrafa com óleo diesel foi jogada contra o escritório da construtora, que pegou fogo.

Não houve feridos, mas o advogado da prefeitura registrou boletim de ocorrência. Em um dos atentados, um bilhete com ameaças foi deixado no local. “A obra vai continuar porque sem estação de tratamento de esgoto não se pode mais fazer loteamento, não se pode fazer mais nada na cidade”, disse o advogado Eduardo Bombonatto.

O custo da obra é de R$ 7 milhões. A área onde vai ser construída a estação está sendo desapropriada. “Nós já temos os suspeitos, mas seria prematuro revelar o nome dos mesmos neste momento”, afirmou o delegado Pláucio Fernandes.    

veja também