Polícia investiga golpe de falso diploma em curso para o Enem

Polícia investiga golpe de falso diploma em curso para o Enem

Atualizado: Quinta-feira, 19 Maio de 2011 as 9:07

 A Polícia Civil investiga uma empresa que estaria prometendo diploma de ensino médio para alunos que se matriculassem em um curso preparatório para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) . Até marcas do governo federal, como as do Enem e do Programa Universidade para Todos (Prouni), eram usadas para atrair os alunos.

A investigação aponta que o golpe já foi aplicado em várias cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Duas mulheres foram presas suspeitas de participar do esquema.

Em Arcos (MG), panfletos do golpe foram distribuídos nas casas durante a madrugada. Eles trazem a promessa de certificação do ensino médio com rapidez, sem necessidade de freqüentar as aulas. Mas para fazer o curso preparatório, o estudante teria que pagar entre R$ 290 a R$ 440 pelo material didático.

Policiais militares receberam a denúncia e se infiltraram entre os entrevistados. “Estivemos no local a paisana participando de uma palestra e realmente diziam para as pessoas que adquiriam o material que iriam obter o certificado de conclusão do segundo grau junto à secretaria municipal”, disse o tenente César Henrique Bittencourt, de Arcos.

A secretária municipal de Educação nega a participação. “Nós aqui em Arcos trabalhamos apenas com o ensino fundamental. Ensino médio é responsabilidade do estado”, diz Aucenia Vidal.

Para o delegado Francis Guerra, o caso se trata de um golpe. “Estas pessoas usavam logomarcas exclusivas do governo federal e a pessoa pensava que era realidade. Mas não tem nada a ver, é um golpe”, diz ele.

Somente com a realização e a aprovação no Enem o candidato pode solicitar a certificação de conclusão do ensino médio em uma das instituições certificadoras cadastradas no Ministério da Educação.        

veja também