Polícia investiga ladrões que fingem ser clientes para furtar bancos

Polícia investiga ladrões que fingem ser clientes para furtar bancos

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 8:20

A polícia investiga a ação de ladrões de banco em Taubaté, no interior de São Paulo, que fingem ser clientes para furtar as agências. Em vez de utilizar armas e fazer reféns, eles agem de cara limpa, se aproveitando da distração de funcionários, e fogem sem serem notados.

Os criminosos estão sempre em trio. As imagens do circuito interno de um dos bancos mostram claramente a ação. Um homem de camisa azul espera a atendente sair do caixa. Sem alguém por perto, ele abre a gaveta e tenta pegar o dinheiro. Quando vê que a funcionária vai voltar, se afasta do caixa e circula pela agência. Minutos depois, ele volta ao mesmo caixa, afasta o monitor para ter mais espaço, abre a gaveta novamente e, enfim, pega o dinheiro. Depois, vai embora sem ser notado.

A polícia acredita que outras duas pessoas também participaram da ação. Elas estariam dentro da agência e teriam a função de distrair funcionários e vigias do banco.

No mesmo dia, outros três bandidos agiram quase da mesma foram em outra agência da cidade. Primeiro, um homem de camisa escura chega para conversar com o funcionário. Depois, com o caixa livre, o comparsa, de camisa amarela, chega e pega o dinheiro que estava na mesa. Dessa vez, quem distrai os funcionários é um homem que usa uma muleta.

Com as imagens dos dois casos, a polícia espera identificar e prender esses assaltantes. “A polícia trabalha com esse esquema de investigação, denúncia anônima. Eu acho que não vai ser muito difícil chegar à autoria”, afirma o delegado José Luiz Miglioli.    

veja também