MENU

Polícia investiga maus-tratos contra criança em ritual de magia em SP

Polícia investiga maus-tratos contra criança em ritual de magia em SP

Atualizado: Quarta-feira, 7 Julho de 2010 as 11:46

A polícia de Várzea Paulista, a 63 km de São Paulo, vai investigar a denúncia de maus-tratos e cárcere privado de uma criança de dez anos. Ela foi encontrada em um terreiro de umbanda que funcionava irregularmente. O promotor da Vara e da Infância da cidade determinou que a menina seja levada para um abrigo.

Uma conselheira tutelar da cidade chegou até a casa, no bairro Vila Real, para investigar uma denúncia de maus-tratos. Ela encontrou a menina de 10 anos com a cabeça raspada e com pequenos cortes pelo corpo. A mãe da menina é uma frequentadora do terreiro. A mãe da menina e o pai-de-santo foram levados para a delegacia para prestar depoimento. Eles não quiseram falar sobre as denúncias.

A criança foi encaminhada à Vara da Infância e Juventude. Para o promotor, a menina contou que participava de um ritual. Uma das exigências era ficar pelo menos 14 dias sem sair de casa. Com base no depoimento, o promotor decidiu encaminhar a criança para um abrigo.

A polícia também vai investigar o caso. O delegado quer saber a origens das lesões encontradas no corpo da menina e se ele era mantida em cárcere privado. Uma equipe da Vigilância Sanitária foi verificar a denúncia de maus-tratos a animais que vivem no terreiro de umbanda, mas não encontrou irregularidades.

Também em Várzea Paulista policiais estiveram em outro centro de umbanda da cidade para verificar uma denuncia de pedofilia. No local, havia três adolescentes. Foram encontrados preservativos e revistas pornográficas. O Ministério Público diz que vai abrir procedimento para investigar a denúncia.

veja também