MENU

Polícia investiga se adolescente morto após maus-tratos foi envenenado

Polícia investiga se adolescente morto após maus-tratos foi envenenado

Atualizado: Terça-feira, 19 Abril de 2011 as 8:59

A Polícia Civil de São Paulo está investigando se o jovem de 15 anos morto por maus-tratos na zona sul da capital paulista foi envenenado. De acordo com informações do boletim de ocorrência, um frasco de remédio usado para prevenir e combater carrapatos foi apreendido e encaminhado ao IC (Instituto de Criminalística) no final da noite de domingo (17).

O adolescente foi encontrado morto no final da noite de domingo na rua Matheus de Peruggia, no Jardim Vaz de Lima, na zona sul. A mãe, indiciada por homicídio simples e maus-tratos, pode ficar até 21 anos presa caso seja condenada pelos dois crimes. Na manhã desta terça-feira (19), o corpo permanecia no IML (Instituto Médico Legal) aguardando para ser liberado.

Segundo a polícia, o jovem ficava trancado em um quarto escuro e, quando se agitava, a mãe o amarrava com cordas. A polícia disse que pelo estado em que o corpo foi encontrado, havia muitos dias que o jovem estava sem comer. Uma irmã do garoto, de quatro anos, também era vítima de maus-tratos e foi encaminhada para a casa de parentes. Em depoimento à polícia, na manhã de segunda-feira (18), a mulher negou as agressões aos filhos.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) afirmou que testemunhas relataram à polícia que a mãe demonstrava um comportamento estranho desde a morte do segundo marido. Depois da morte, então, ela começou a agredir os filhos e a não sair de casa. Ainda segundo a SSP, o pai do jovem alega ter sido impedido de visitar o filho pela mãe.

O caso está sendo investigado pelo 92° DP (Distrito Policial), do Parque Santo Antônio. A mãe está presa em uma carceragem pública.        

veja também