MENU

Polícia investiga se homem morto em blitz sofreu sequestro-relâmpago

Polícia investiga se homem morto em blitz sofreu sequestro-relâmpago

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 12:07

Agentes da 21ª DP (Bonsucesso) investigam se o homem de 45 anos que morreu durante a madrugada desta segunda-feira (20) em Benfica, na Zona Norte do Rio, foi vítima de um sequestro-relâmpago. Segundo a Polícia Militar, ele estava em um veículo que furou uma blitz na Avenida Prefeito Olímpio de Melo. Houve troca de tiros e o homem acabou baleado. Outros dois homens que estavam no carro conseguiram fugir. A polícia não sabe se eles foram atingidos.

A hipótese de sequestro-relâmpago foi levantada pelo delegado da 21ª DP, Aguinaldo Ribeiro da Silva. Segundo ele, familiares da vítima disseram que ele estava em uma festa e precisou sair para socorrer alguém até um hospital. "O carro pertence à esposa dele, mas ele foi encontrado no banco de trás", disse Ribeiro.

Ainda de acordo com o delegado, próximo ao homem foi encontrada uma pistola. Ele chegou a ser socorrido mas não resistiu. Em análise feita na delegacia não foram encontrados registros criminais no nome da vítima.

Nesta segunda-feira (20), agentes da 21ª DP fazem diligências em hospitais em busca dos outros homens. A polícia também pretende ouvir os familiares da vítima.

Crime aconteceu próximo à Mangueira

A blitz foi montada a menos de 2 km da entrada do Morro da Mangueira, favela ocupada no domingo para a instalação da 18ª Unidade de Polícia Pacificadora . 

Nesta segunda (20), o patrulhamento segue reforçado com 160 policiais na comunidade, sendo 100 no interior da favela e 60 no entorno. Carros das polícias Civil e Militar permanecem nos principais acessos caso haja necessidade de conduzir presos ou material apreendido à delegacia da região.          

veja também