MENU

Polícia pede prisão de suspeita de furtar escritórios no Rio

Polícia pede prisão de suspeita de furtar escritórios no Rio

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 3:37

A polícia identificou a mulher suspeita de arrombar um escritório no Centro do Rio e pedirá nesta quinta-feira (20) a prisão temporária dela. Dinheiro e computadores foram levados do estabelecimento.

Segundo investigadores, a identificação foi possível porque as digitais da mulher foram encontradas na porta de vidro da empresa.

A ação, que durou apenas sete minutos, foi registrada pelas câmeras do circuito interno de segurança. Ela vasculha todo o escritório, rouba equipamentos e depois foge com os objetos dentro de uma bolsa.

Ainda de acordo com a polícia, a suspeita já responde a inquérito por estelionato e invasão de domicílio. Além disso, há três queixas contra ela, de arrombamentos a escritórios, na 1ª DP (Praça Mauá).

O Disque-Denúncia recebeu oito ligações sobre o caso.

Como foi o caso

De acordo com Bruno Nogueira, sócio de um escritório que foi vítima do furto, a mulher entrou no escritório por volta das 20h do dia 6 de outubro, arrombando um trinco, quando a sala estava vazia. Imagens mostram a mulher revirando gavetas e, de acordo com o sócio, foram levados R$ 350 e dois laptops.

"Segundo informações da portaria, ela pediu para ir ao escritório e embora não tivesse ninguém no escritório, eles deixaram ela subir, procedimento errado. Ela arrombou em menos de um minuto a fechadura, entrou e em sete minutos ela fez o roubo aqui dentro do escritório", contou Nogueira.

Segundo a polícia, nos últimos dez meses foram registradas pelo menos 13 ocorrências parecidas em delegacias do Centro do Rio.          

veja também