MENU

Polícia polonesa diz que placa de Auschwitz foi levada por "ladrões comuns", não neonazistas

Polícia polonesa diz que placa de Auschwitz foi levada por "ladrões comuns", não neonazistas

Atualizado: Segunda-feira, 21 Dezembro de 2009 as 12

Os cinco ladrões que levaram o letreiro com a frase em alemão ''Arbeit macht frei'' (''O trabalho liberta'') da entrada do antigo campo nazista de extermínio de Auschwitz, sul da Polônia, são criminosos comuns, que não pertencem a nenhum grupo neonazista, informou a polícia polonesa após recuperar a inscrição.

O comandante Andrzej Rokita, chefe de polícia da região da Cracóvia, declarou à imprensa:

''Segundo as informações de que dispomos, nenhum dos cinco pertence a um grupo neonazista, nem é adepto das ideias. São reincidentes, que já haviam sido condenados por roubo e agressão''.

A polícia polonesa anunciou na noite de ontem a recuperação do letreiro, roubado na sexta-feira, e a prisão de cinco pessoas.

veja também