MENU

Polícia prende envolvidos em briga de torcida

Polícia prende envolvidos em briga de torcida

Atualizado: Quarta-feira, 4 Abril de 2012 as 11:28

A Polícia Civil de São Paulo prendeu nesta quarta-feira (4) torcedores suspeitos de envolvimento na briga entre corintianos e palmeirenses que causou a morte de dois jovens e deixou outros feridos no dia 25 de março, na Zona Norte de São Paulo. Além dos cinco suspeitos presos no dia 27 de março, outros membros de torcidas organizadas foram detidos nesta manhã, segundo policiais da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), informaram ao G1.

O número de presos não foi informado pelos policiais da Decradi até as 9h desta quarta porque ainda há equipes da delegacia na rua cumprindo novos mandados de prisão. Os procurados são torcedores que conseguiram fugir. Eles serão investigados por vários crimes, como homicídio, tentativa de homicídio, lesão corporal e formação de quadrilha.

Todos os detidos temporariamente no mês passado são palmeirenses. Entre eles está Tiago Alves Lezo, irmão gêmeo de André Alves Lezo, que morreu após ser atingido por um tiro na cabeça durante a briga. O outro morto também é palmeirense - Guilherme Vinicius. Na ocasião, também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na residência de torcedores e nas sedes da Mancha Alviverde e da Gaviões da Fiel.

Cerca de 300 torcedores das organizadas se envolveram na confusão na Avenida Inajar de Souza. A polícia apura se o confronto foi organizado pela internet.

Segundo a Decradi, os torcedores da Gaviões fizeram uma emboscada para os da Mancha na avenida como vingança pela morte de um corintiano no ano passado.

veja também