MENU

Polícia prende mais de 20 suspeitos de desviar R$ 220 mil da Saúde

Polícia prende mais de 20 suspeitos de desviar R$ 220 mil da Saúde

Atualizado: Sexta-feira, 1 Julho de 2011 as 2:03

Vinte e três pessoas foram presas nesta sexta-feira (1°) suspeitas de fraudar o sistema da Secretaria estadual de Saúde do Rio e desviar cerca de R$ 220 mil dos cofres públicos. De acordo com Subsecretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança, duas mentoras do esquema eram funcionárias do Recursos Humanos da secretaria e faziam a inserção de dados falsos para beneficiar pessoas que não trabalhavam no sistema de saúde.

“Elas inseriam nomes de parentes, vizinhos e pessoas próximas no sistema de pagamento da Secretaria de Saúde. Ao todo, foram R$ 220 mil desviados. Cada um ganhava R$ 1.365 e eram funcionários lotados em diversos hospitais do Rio”, explicou o Fábio Galvão, subsecretario de Inteligência. Segundo ele, o acordo era que dos R$ 1.365, ficariam com as mentoras do golpe R$ 800, e o restante com os beneficiários.

Participam da ação 115 policiais civis. Ao todo são 31 mandados de prisão temporária e dois de busca e apreensão. Segundo a Secretaria de Segurança, a operação continua ao longo do dia para que mais pessoas sejam capturadas. Os envolvidos são acusados de inserção de dados falsos em sistema de informações, peculato e formação de quadrilha, podendo pegar até 12 anos de prisão.

Fraude

Segundo Pedro Henrique Di Mase, procurador do estado, a fraude começou a ser investigada depois que um agente do Hospital Adão Pereira Nunes, na Baixada Fluminense, verificou que dois nomes que estavam na folha de pagamento do hospital eram fantasiosos. A partir de então, a polícia começou a verificar as fraudes.

“Optamos por não cortar o pagamento, pois se fizéssemos isso, teríamos prendido menos gente. Verificamos que 44 nomes fantasmas foram inseridos no sistema, e as investigações continuam”, disse Pedro Henrique.          

veja também