MENU

Polícia prende suspeito de matar estudante dentro do campus da USP

Polícia prende suspeito de matar estudante dentro do campus da USP

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 4:15

  O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prendeu na tarde desta quinta-feira (9) um suspeito de matar o estudante Felipe Ramos de Paiva, de 24 anos, no campus da Universidade de São Paulo (USP), em 18 de maio. O aluno de atuária foi baleado em um estacionamento da Faculdade de Economia e Administração (FEA), quando chegava em seu carro, que era blindado. O criminoso fugiu sem aparentemente levar nada.     Segundo a Polícia Civil, uma testemunha disse que a vítima tirou dinheiro em um caixa eletrônico dentro da própria universidade e foi perseguido até o carro dele, um Passat blindado. O rapaz tentou entrar no veículo, mas foi atingido por um revólver calibre 380, de acordo com a polícia.

O pai do estudante, Ocimar Paiva, disse que o jovem já havia sido assaltado outras duas vezes dentro do ônibus e, por isso, havia comprado o carro blindado. "Eu falava para ele tomar cuidado, havia muito assalto pela região. Mas ele dizia que 'não, não tem problema'", contou o pai.

"Meu filho era um menino muito bom, gostava muito de estudar e trabalhar. Era um filho carinhoso em casa, tranquilo, não gostava de ir para a balada. O negócio dele era trabalhar, estudar e curtir a namorada", disse a mãe de Felipe, Zélia Ramos. Segundo a família do rapaz, ele pretendia se casar após terminar a faculdade. Felipe tinha acabado de tirar passaporte internacional, e planejava viajar a lazer em breve, de acordo com a mãe do jovem.

Manifestação

Uma semana depois da morte, o estudante recebeu uma homenagem de amigos, professores e familiares. Cerca de cem pessoas se reuniram na Praça do Relógio, que fica próxima à reitoria da universidade. Os pais e a irmã de Paiva acompanharam a celebração.        

veja também