MENU

Polícia prende suspeito de roubar bolsa dentro de delegacia em SP

Polícia prende suspeito de roubar bolsa dentro de delegacia em SP

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 4

Um homem suspeito de participar do roubo da bolsa de uma comerciante dentro de uma delegacia de Salto, a 101 km de São Paulo, foi preso em Itu, a 100 km da capital paulista. A prisão ocorreu no início de março, mas o suspeito foi apresentado pela polícia apenas nesta sexta-feira (1º). O crime aconteceu em maio de 2010.

De acordo com a polícia, o homem de 21 anos foi preso por tentativa de homicídio em Itu. “Com a prisão, veio para Sorocaba uma informação do Ministério Publico local que havia uma testemunha que tinha informações sobre os autores do crime ocorrido em Salto”, disse o delegado Welton Costa.

Segundo o delegado, a testemunha deu detalhes sobre um churrasco promovido pelos dois autores para comemorar a autoria do crime. “Até aí a testemunha não sabia do que se tratava. Depois, por intermédio dos meios de comunicação, ela concluiu que aquele churrasco comemorava o roubo dentro do 1º distrito de Salto”, disse Costa.     O rapaz de 21 anos foi reconhecido por foto e pessoalmente. Um segundo suspeito de participação no crime, de 25 anos, já foi identificado. “Ele é bastante perigoso, está condenado pelo crime de homicídio, condenado a 15 anos de reclusão”, afirmou o delegado.

O crime aconteceu em maio de 2010. Após sacar R$ 13,5 mil, a comerciante, cujo celular havia sido clonado, resolveu passar na delegacia que fica no Jardim das Nações para registrar em boletim de ocorrência a clonagem do aparelho. Sem saber que havia sido seguida, a vítima foi abordada por dois homens, que exigiram a bolsa dela.

O crime aconteceu dentro da delegacia, quando a mulher aguardava atendimento. A ação foi testemunhada por dois policiais que estavam do outro lado do balcão, para onde a mulher, durante luta corporal com um dos criminosos, ainda jogou a bolsa na tentativa de evitar o roubo. Um dos assaltantes pulou o balcão, pegou a bolsa e, na volta, foi retido pela comerciante, que novamente se atracou com ladrão.

No momento em que ouviu do criminoso uma ordem para que o criminoso atirasse nela, a comerciante desistiu e deixou que a dupla fugisse com a bolsa, que foi encontrada depois abandonada no meio da rua, sem o dinheiro. Ela teve ferimentos nos braços e disse ter ouvidos dos policiais que nada foi feito porque eles pensaram que a confusão se tratava de uma briga de casal.      

veja também