MENU

Polícia procura homem que matou idoso e violentou aposentada em MT

Polícia procura homem que matou idoso e violentou aposentada em MT

Atualizado: Terça-feira, 4 Outubro de 2011 as 1:40

A Polícia Militar de Alta Floresta, a 800 quilômetros de Cuiabá, está à procura de um homem suspeito de assassinar um idoso de 66 anos e violentar sexualmente uma aposentada de 61 anos, que é esposa da vítima. O crime ocorreu no domingo (02) em uma propriedade na área rural e distante 20 quilômetros do centro do município. No entanto, o caso só foi comunicado à polícia nesta segunda-feira (03) depois que a mulher conseguiu se libertar do cárcere privado ao qual era mantida.

De acordo com o comandante do 8º Batalhão da PM, major Antônio Gilvando de Souza, as buscas ocorrem na região onde o crime foi registrado. Marido e mulher estavam juntos há cerca de 40 anos, conforme o policial militar. Segundo explica o comandante, o aposentado foi morto com um tiro na cabeça, próximo ao ouvido, enquanto estava em casa. A esposa, no quarto, constatou a morte do marido após ouvir o barulho do tiro na sala da casa.     "O homem estava assistindo a um programa de televisão quando levantou para aumentar o volume. O suspeito chegou por trás e disparou. A mulher só ouviu o estouro e viu o marido caído, ensanguentado. A mulher conseguiu convencer o suspeito para que não a matasse. Ela tentou fugir dele, mas o suspeito a levou para a residência dele, que fica distante cerca de 200 metros da casa do casal", explicou o oficial, em entrevista ao G1 .

No momento do crime, o suspeito estaria embriagado, segundo o major PM. Na residência, a mulher foi violentada sexualmente pelo homem. "O suspeito estava bêbado, abusou sexualmente da mulher. Ela ficou sob cárcere privado de domingo à noite até as 4h30 de segunda-feira, quando a mulher conseguiu fugir", acrescentou, ao G1 , Antônio Gilvando de Souza.

Ao realizar buscas na residência onde o suspeito morava, a Polícia Miltar encontrou duas espingardas e uma terceira arma desmontada, além de munições. As motivações do crime ainda são desconhecidas. A Polícia Militar apura se ameaças já teriam sido feitas ao homem assassinado em Alta Floresta.

De acordo com a PM, o casal tinha cinco filhos, sendo quatro homens e uma mulher. A mulher foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil, que deve assumir as investigações do caso.

Medo

De acordo com o comandante da PM, na região onde o idoso foi assassinato não foi possível obter novas informações do caso junto aos moradores por medo da comunidade.

Nesta segunda-feira (03), o corpo do aposentado foi sepultado na cidade.

veja também