MENU

Polícia procura suspeito de estuprar mulheres em Jacarepaguá, no Rio

Polícia procura suspeito de estuprar mulheres em Jacarepaguá, no Rio

Atualizado: Terça-feira, 26 Julho de 2011 as 4:07

Policiais procuram um homem suspeito de ser estuprador, na Comunidade do Gardênia Azul, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Moradoras da região estão assustadas e com medo do criminoso. Segundo relatos, o suspeito sempre ataca da mesma forma.

"Ele para o carro, aborda a vítima, armado e com capuz. Manda a vítima entrar e cobre a cabeça da vítima e começa a rodar por Gardênia até encontrar um lugar tranquilo que faz o que tem que fazer. Sempre num carro escuro e ele encapuzado, todo de preto e com touca ninja", contou uma moradora da área.

De acordo com a moradora, devido ao medo, a rotina das mulheres da comunidade, mudou.

"Quando tem que ir para escola, é sempre com alguém acompanhado. Eu por exemplo, só trabalho às dez e peço para o meu marido ir me buscar, porque não tem condições de eu andar sozinha, que dá medo, dá muito medo e não tem policiamento", contou.

Denúncias de estupros

Um estudo do Instituto de Segurança Pública mostra que em abril e maio, 25 denúncias de estupro foram feitas na região de Jacarepaguá. O levantamento mostra ainda que de janeiro a maio deste ano, mais de 2 mil casos de estupro foram registrados em todos o estado do Rio de Janeiro. Em relação ao ano passado, houve um aumento de 25%.

Segundo a polícia, os estupros acontecem também dentro de casa. Segundo a delegada Sueli Murat, 89% dos estupros são no ambiente familiar.

Crimes em Nova Iguaçu

No município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, também há muitos registros de estupro. Algumas mulheres da região, foram estupradas pelos próprios maridos. "Até dormindo eu tenho pesadelo. É um monstro me atacando. Me batia, forçava a ter relação comigo e arrancava minha roupa à força. Ele dizia que tinha direito, porque eu era a mulher dele", contou uma das vítimas.          

veja também