Polícia procura suspeito para esclarecer morte de prefeito de Jandira

Polícia procura suspeito para esclarecer morte de prefeito de Jandira

Atualizado: Segunda-feira, 10 Janeiro de 2011 as 12:51

Policiais Civis da Seccional de Carapicuíba, na Grande São Paulo, iniciaram na manhã desta segunda-feira (10) diligências para cumprir o mandado de prisão de um oitavo suspeito de envolvimento no assassinato do prefeito de Jandira, Braz Paschoalin, ocorrido em 10 de dezembro.

O delegado responsável pelo caso, Zacarias Katzer Tadros, disse que essa prisão é importante para esclarecer o crime.

- Este suspeito é uma peça chave, tem ligação com o crime organizado, é a pessoa que fez o intermediário entre o contratante e os executores do crime.

A polícia busca pelo suspeito desde terça-feira (4), quando foi expedido o mandado de prisão.

Nesta segunda, o delegado conseguiu prorrogar, por mais 30 dias, a prisão temporária dos quatro homens que foram detidos sob suspeita de executarem Paschoalin. As prisões de Adilson Alves de Souza, Lazaro Faustino, Cristiano dos Santos e Felipe dos Santos venceriam nesta segunda e na terça-feira (11).

No total, sete pessoas estão presas pelo crime: Lauro de Souza, 38 anos, que confessou ser o motorista de um dos carros usados por assassinos no dia  do crime; o secretário Wanderley Lemes de Aquino; o empresário Pedro Roberto Galvão e os quatro acusados da execução.

Uma das hipóteses da polícia é que o crime ocorreu por causa de uma briga por poder na Prefeitura.    

veja também