MENU

Polícia procura testemunhas da morte de ex-líder de associação no RJ

Polícia procura testemunhas da morte de ex-líder de associação no RJ

Atualizado: Sexta-feira, 29 Julho de 2011 as 10:55

Policiais da Divisão de Homicídios procuram, na manhã desta sexta-feira (29),  testemunhas da morte do ex-presidente da Associção de Moradores do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. A vítima, segundo a Secretaria estadual de Segurança, foi morta na noite de quinta-feira (28), perto da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela.

Os policiais da Divisão de Homicídios, que estão à frente do caso, também checam uma denúncia de que o ex-líder já tinha sido expulso da comunidade por traficantes havia 20 anos. 

Segundo a Secretaria de Segurança, por volta das 21h de quinta-feira, a vítima - que não morava no morro - participava de um churrasco com amigos numa praça, num dos acessos à comunidade, próximo à Rua Armando de Albuquerque. Ele foi baleado dentro de um banheiro.

Policiais da UPP fizeram buscas na comunidade, mas não encontraram o autor dos disparos. De acordo com a Secretaria de Segurança, o crime foi um “caso isolado e fora do cotidiano da UPP".

UPP conta com mais de 200 policiais

A UPP do Morro dos Macacos foi inaugurada em novembro de 2010 e conta com cerca de 220 policiais. Além do Morro dos Macacos, os policiais também ocupam as comunidades do Pau da Bandeira e Parque Vila Isabel, no mesmo morro. Segundo a Secretaria de Segurança, a UPP atende a 12 mil moradores diretamente e outros 27 mil moradores do entorno.          

veja também