MENU

Polícia vai ouvir neto de idosa presa com maconha em táxi em SP

Polícia vai ouvir neto de idosa presa com maconha em táxi em SP

Atualizado: Quarta-feira, 11 Maio de 2011 as 5:03

O neto da idosa de 73 anos que foi presa nesta terça-feira (10) em Nova Guataporanga, no interior de São Paulo, após ter sido flagrada com 44 gramas de maconha, vai ser ouvido pela polícia. Ele será intimado a prestar esclarecimentos, já que a mulher disse aos policiais militares que a droga era para o neto.

Segundo a polícia, a idosa foi abordada por policiais militares após uma denúncia anônima. Ela estava em um táxi que a havia levado de Nova Guataporanga para Gracena e voltava para a cidade quando foi flagrada com a droga. Segundo o delegado, ela estava com a nora, que também foi presa. As duas disseram que só prestarão depoimento em juízo.     Elas não têm passagem pela polícia e foram encaminhadas para a Cadeia Pública Feminina de Tupi Paulista. As duas vão responder a processo por tráfico de drogas e associação ao tráfico. O homem de 37 anos apontado pela idosa como o traficante fornecedor disse à polícia que ela foi quem vendeu a maconha a ele. Com ele foi encontrado um cigarro de maconha. Já reincidente, segundo a polícia, o homem assinou mais um termo circunstanciado por consumo. Ele foi ouvido e liberado.

O delegado titular da Delegacia de Investigação sobre Entorpecentes (Dise), Wagner Storti, afirmou que não existe quantidade estipulada pela lei que defina o tráfico. “O que tem que ser levado em conta é a circunstância. No caso dela, é o fato de viajar com a droga, de ser para outra pessoa, por não ser usuária e já existir suspeita, mesmo não sendo investigada. A cidade é pequena e já havia a desconfiança. Ela ainda estava com R$ 48 e nenhum objeto de confecção de cigarro”, disse.        

veja também