MENU

Policiais civis paranaenses matam sargento da Brigada Militar no RS

Policiais civis paranaenses matam sargento da Brigada Militar no RS

Atualizado: Quarta-feira, 21 Dezembro de 2011 as 8:48

O sargento da Brigada Militar do Rio Grande do Sul Ariel da Silva, de 40 anos, foi morto na madrugada desta quarta (21), ao ser atingido por tiros de fuzil disparados por policiais civis do Paraná. O crime ocorreu na RS 0-20, em Gravataí, por volta da 1h30. Silva chegou a ser socorrido pelo Samu, mas morreu após chegar ao hospital Dom João Becker, em Gravataí.

Informada pelo G1 do incidente, a Secretaria de Segurança do Paraná disse que vai apurar o caso antes de se pronunciar. Segundo a versão dos policiais civis paranaenses, o sargento foi o primeiro a atirar. A vítima não estava identificada como policial militar. Silva havia visitado o pai, que está doente, e voltava para casa de moto.

Os agentes do Paraná vieram ao Rio Grande Sul para uma operação. Eles cumpririam um mandado de prisão por cárcere privado.

A Brigada Militar deve abrir uma investigação paralela à da Polícia Civil. O coronel Silanus Mello contesta a versão dos paranaenses. "Um sargento de madrugada em um lugar perigoso dificilmente faria a abordagem", declarou.

veja também