MENU

Policial é atingido por tiro de fuzil na zona sul de SP

Policial é atingido por tiro de fuzil na zona sul de SP

Atualizado: Terça-feira, 13 Setembro de 2011 as 8:58

                                                                                                Reprodução Rede Record   Policial é socorrido após o ferimento; viatura capotada durante perseguição

Um policial militar da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) foi baleado por um tiro de fuzil na perna na avenida Carlos Caldeira Filho, nas proximidades da estação de Metrô Vila das Belezas, zona sul da capital paulista, por volta das 7h10 desta terça-feira (13). Ele teria recebido o tiro após abordar dois suspeitos dentro de um veículo Fiat Idea, segundo informações da Polícia Militar.

Após a ação, os bandidos abandonaram o veículo próximo a uma escola e fugiram em uma Volkswagem Saveiro, que também foi abandonada. Um terceiro carro foi roubado - um Fiat Pálio de cor vermelha – para que os homens continuassem a fuga. Na perseguição, o motorista de uma viatura da Polícia Militar, que também estava na ocorrência, perdeu o controle da direção e capotou na altura do nº 5.000, da avenida Giovanni Gronchi, região do Morumbi. O policial que dirigia a viatura ficou ferido no ombro e o outro que estava no banco do passageiro teve um corte do supercílio. Os dois estão bem e não correm risco de morte. O helicóptero Águia 6 fez o resgate do policial e o encaminhou ao Hospital da Polícia Militar, mas ainda não há informações sobre o estado de saúde dele. O Águia 1 continuava em patrulhamento para tentar identificar o veículo usado pelos criminosos, por volta das 7h50. Um suspeito foi detido pela polícia.

Outra perseguição Na noite desta segunda-feira (12), dois homens assaltaram um posto de gasolina na Vila Santa Maria, zona norte da capital paulista. Eles fugiram de carro, mas foram seguidos pelo PM Valter Pereira Alves Junior e seu pai, Valter Pereira Alves, que é policial aposentado. A perseguição terminou na favela da Divinéia, onde ocorreu uma troca de tiros. Um suspeito, de 43 anos, foi baleado e levado ao pronto socorro Vila Nova Cachoeirinha, mas não resistiu. O outro suspeito conseguiu fugir. O caso será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).            

veja também