Policial tem a perna decepada em ocorrência na BR-101, no ES

Policial tem a perna decepada em ocorrência na BR-101, no ES

Atualizado: Quinta-feira, 15 Setembro de 2011 as 8:37

Um policial rodoviário federal teve a perna decepada quando atendia uma ocorrência de acidente na noite desta quarta-feira (14), na BR-101 em Vitória. O colega dele, irmão do deputado estadual Luciano Rezende, também estava trabalhando e ficou ferido. A viatura ficou esmagada e os dois policiais foram levados para um hospital na Serra e continuam internados. De acordo com testemunhas, por volta de 21h uma carreta carregada de ferro gusa, perdeu o controle da direção, bateu nas placas que dividem a pista, e em seguida virou. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada para registrar a ocorrência, e quando os policiais estavam sinalizando a via, aproximadamente 1h30 depois do primeiro acidente, uma outra carreta carregada com chapas de granito atingiu a viatura e atropelou os dois policiais.     Chovia na hora dos dois acidentes. "A carreta desceu a ladeira e derrubou um poste. Os policiais que estavam trabalhando perceberam e tentaram escapar. Um deles já pulou pedindo socorro. Eu e o meu marido levamos o policial que perdeu a perna para o hospital mais próximo", contou Marilene Campos, uma dona de casa que viu como o acidente aconteceu.

O outro policial teve fratura exposta e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para um hospital no município da Serra, por uma equipe do Serviço de Atendimento Móve de Urgência (Samu 192). "Foi um susto muito grande. Meu irmão teve fratura exposta séria. É uma coisa lamentável, mais um acidente que expressa toda essa violência no trânsito", disse o deputado Luciano Rezende.

Um motociclista que passava pela BR-101, caiu por causa da carga de ferro espalhada na pista e também foi socorrido e levado para um hospital. Para o mecânico Ademir Nogueira que passava pela via, a única explicação é a imprudência. "Foi a falta de atenção que provocou isso, não tem nada a ver com a chuva. O carro da polícia estava com a sirene ligada e tudo estava sinalizado. Só não via quem estava em alta velocidade", contou Nogueira.

O motorista da carreta, carregada com as chapas de granito que provou o acidente mais grave, não quis falar sobre o que aconteceu. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal ele foi submetido ao teste de bafômetro que confirmou a ingestão de bebida alcoólica. O motorista recebeu multa, teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) apreendida e em seguida foi liberado.

Policial tem a perna decepada em ocorrência na BR-101, no ES (Foto: Reprodução/TV Gazeta)            

veja também