MENU

Pontos de ônibus ficam lotados com problema no Metrô na Zona Sul de SP

Pontos de ônibus ficam lotados com problema no Metrô na Zona Sul de SP

Atualizado: Quinta-feira, 16 Dezembro de 2010 as 9:17

Passageiros que normalmente usam a Linha 1-Azul do Metrô na Zona Sul de São Paulo enfrentavam espera de mais de uma hora por ônibus na manhã desta quinta-feira (16), devido ao fechamento das estações São Judas, Conceição e Jabaquara da linha, causado por uma falha em um equipamento de via. Por volta das 8h40, centenas de pessoas esperavam em frente à Estação Conceição – entretanto, a maior parte dos ônibus que passavam no local estavam lotados e nem chegavam a parar para o embarque de passageiros.   De acordo com o Metrô, o problema ocorreu por volta das 6h40 na Estação São Judas e afeta as três últimas estações da linha na Zona Sul. Para evitar transtornos nas estações, elas foram fechadas. Funcionários do Metrô orientam os passageiros e explicam o problema. Muitos demoraram a acreditar que as estações estavam fechadas. Foi o caso da professora Valdisea Lima, de 37 anos, que tinha uma consulta médica no Hospital Nossa Senhora de Lourdes marcada para as 9h30.

“Ainda bem que cheguei mais cedo, fui precavida com o horário, mas nunca imaginei que ia encontrar o Metrô fechado”, contou ela, que assim como os outros passageiros, seguiu o ponto de ônibus para tentar seguir seu trajeto.

Além das linhas que normalmente passam em frente às estações, a São Paulo Transporte (SPTrans) disponibilizou dez ônibus para fazer o transporte dos passageiros na Operação Paese. Entretanto, na Estação Conceição, os passageiros reclamavam que os veículos já chegavam lotados do Terminal Jabaquara – muitos não paravam no ponto, e os que eram obrigados a parar devido ao trânsito não chegavam a abrir as portas.   “Os ônibus já estão lotados, não param. Até já passou o que eu preciso, mas não consegui entrar”, contou a auxiliar administrativa Sandra Arantes, de 43 anos, que todo dia faz o trajeto entre as estações Conceição e São Bento em cerca de 15 minutos e hoje já aguardava há mais de uma hora por um ônibus. “A demanda está muito grande. E táxi é impossível pegar, não passa nenhum e os que aparecem já estão com passageiro.”

De fato, a demanda por táxis era muito grande – diversos passageiros abordaram o veículo que levava a reportagem do G1 enquanto ele esteve parado na região das estações Conceição e Jabaquara.

Outra estratégia encontrada por alguns era seguir a pé e voltar da Conceição para o Jabaquara, para tentar pegar ônibus um pouco menos cheios no terminal.      

veja também