MENU

Por falta de IML, cidade não recolhe corpo de homem morto em praça

Por falta de IML, cidade não recolhe corpo de homem morto em praça

Atualizado: Sábado, 23 Abril de 2011 as 8:20

O corpo de um homem que morreu na manhã desta sexta-feira (22) em uma praça ao lado da Prefeitura de Santo Antônio do Descoberto permanecia no local até as 18h.

Segundo o secretário de Saúde da cidade, Geraldo Lacerda, o corpo não foi retirado porque não há Instituto Médico Legal no município. O secretário afirmou que tentava com outra cidade a retirada do corpo. "Estou tentando entrar em contato com Luziânia", afirmou.

O IML de Luziânia informou que, em casos de morte natural, o corpo deve ser retirado pelo Serviço de Verificação de Óbitos. Lacerda disse que o serviço também não existe em Santo Antônio do Descoberto.

O secretário, que não estava na cidade quando falou ao G1, disse que já teria resolvido o problema se estivesse no município. O homem morto teria 30 anos e supostamente era dependente de crack.

veja também