Por indicação política, Jungmann vira conselheiro também da Light

Por indicação política, Jungmann vira conselheiro também da Light

Atualizado: Quarta-feira, 18 Maio de 2011 as 9:08

Indicado pela estatal Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), o ex-deputado federal Raul Jungmann foi eleito membro do conselho da Light, concessionária de energia do estado do Rio.

Jungmann é presidente do PPS em Pernambuco, partido aliado do PSDB --que comanda o Estado de Minas.

Segundo a Folha apurou, a indicação de Jungmann foi feita pela própria Cemig, que é sócia majoritária da Light. A empresa não informou o salário dos conselheiros.

Sérgio Lima/Folha Imagem O ex-deputado Raul Jungmann (PPS-PE), à direita, é membro dos conselhos da CET, da Light e da Prodam Por indicação do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que criou o PSD, Jungmann também é membro do conselho da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de SP.

A vaga era de Roberto Freire (PPS), que se elegeu deputado federal. Além disso, ele é conselheiro da Prodam (Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação de SP), e ganha R$ 12 mil para participar do quadro de ambas as empresas.

O nome de Jungmann foi aprovado para substituir João Márcio Lignani Siqueira, que é assistente da presidência da Cemig e foi eleito, com os demais integrantes do conselho da Light, em abril de 2010.

Como os mandatos no conselho da Light são de dois anos, Jungmann permanece no cargo até o início de 2012.

O conselho de administração da Light tem pelo menos um representante direto da Cemig: Djalma Bastos de Morais.  

veja também