Por telefone, policial instrui mãe a salvar bebê que engasgou em SP

Por telefone, policial instrui mãe a salvar bebê que engasgou em SP

Atualizado: Sexta-feira, 7 Janeiro de 2011 as 4:23

Uma mãe desesperada conseguiu salvar o seu filho recém-nascido após ligar para a Polícia Militar, na capital paulista. O bebê, que havia engasgado, estava com dificuldades para respirar. Nesta quinta-feira (6), a mulher reencontrou a policial que a ajudou a salvar a criança.

A conversa entre a mulher e a policial militar foi gravada no fim de dezembro. Leia, abaixo, o diálogo:

PM - Polícia Militar, emergência.

Mãe - Moça, meu bebê está engasgado, moça.

PM - Coloca o rostinho da criança na mão da senhora. O narizinho dele vai ficar para fora. A senhora vai bater nas costinhas dele, mas devagar, e vai inclinar a cabecinha dele pra baixo. A senhora está fazendo?

Mãe - Estou. Eu acho que ele já voltou. Não está chorando, mas ele já voltou.

PM - Laiz, ele está respirando?

Mãe - Está. Ele está respirando.

PM - Então levanta ele um pouquinho.

Mãe - Levantei.

Segundo a corporação, por mês, em média, são feitas 15 ligações como esta para a central telefônica da PM em São Paulo.

A policial que ajudou a mulher foi a cabo Lucia de Castro Lima da Silva, que explica como ocorrem os engasgos. “Criança engasga quando o alimento segue um caminho errado: entra no início da traqueia, um tubo que leva o ar aos pulmões.” É nessa hora que o organismo tenta expelir o alimento, provocando a tosse.

veja também