MENU

Posto em Botafogo, no Rio, vende gasolina sem impostos nesta quarta

Posto em Botafogo, no Rio, vende gasolina sem impostos nesta quarta

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2011 as 12:21

Fila de carros em Botafogo (Foto: Lilian Quaino/G1)

  Antes das 10h desta quarta-feira (25), mais de 50 carros já se enfileiravam na Avenida General Goes Monteiro, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, para aproveitar a promoção da venda de gasolina sem impostos, no único posto da cidade que aderiu à campanha "Dia da Liberdade de Impostos", do Instituto Millenium, realizada em também em São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

O público poderá abastecer até 20 litros de gasolina sem os 53,03% de impostos. O objetivo, segundo o instituto, é chamar a atenção da sociedade sobre o quanto é cobrado de tributos em diversos produtos e também a importância da transparência no uso desses recursos. Além disso, todos poderão se informar sobre percentuais de tributos embutidos em produtos e serviços.

No Rio, as senhas foram distribuídas às 10h30m. O primeiro da fila era o mecânico de motos Ismael dos Santos, morador de Bangu, na Zona Oeste, que trabalha na rua e viu os cartazes da promoção.

Ele afirma que sabe bem quanto paga de impostos em um litro de combustível porque já comparou o preço do Rio com o da Venezuela. "Vi numa reportagem que lá o litro é 50 centavos. Mas nós não somos o país do petróleo?", perguntou. Ismael, o dono de um Fiesta branco, estava feliz em comprar os 20 litros com desconto.

Os amigos Luís Phelippe Martins, Allan Ribeiro, Felipe Lira, Rafael Stal e Gustavo Cunha combinaram e chegaram juntos às 7h, cada um com seu carro, pegando o quarto lugar da fila. Eles moram perto do posto e já conheciam a promoção. Allan lembra que viu a convocação também através de redes sociais.

Em 13° lugar da fila, o aposentado Walter Maia, morador do Leme, na Zona Sul, chegou às 7h30m para pegar a sua senha. Ele soube da promoção pelos jornais e participou das duas outras campanhas anteriores.

Pontualmente às 11h, hora marcada para o início da venda de combustível sem impostos, Ismael, que desde as 5h esperava na fila, colocou os 20 litros permitidos para cada cliente e, em vez dos R$ 61,58 marcados na bomba, pagou apenas R$ 29, preço livre de impostos. Ele foi cumprimentado pelo diretor executivo do Instituto Millenium, Paulo Uebel, e ganhou dele uma camiseta do instituto.

Uebel estava satisfeito com a adesão da população à campanha, realizada pelo terceiro ano consecutivo. Ele diz que as pessoas não sabem o quanto pagam de impostos na compra de um produto, mas que, quando passam a saber, passam também a questionar o destino de tantos recursos e a cobrar a melhoria de produtos e serviços. Por isso, acredita que a campanha é um grande estímulo para o exercício da cidadania.        

veja também