MENU

PR quer audiência com Dilma para discutir futuro dos Transportes

PR quer audiência com Dilma para discutir futuro dos Transportes

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 3:39

A Escola Imperadores do Samba, de Porto Alegre (RS), decidiu contar a vida do senador Paulo Paim (PT-RS) na avenida, no carnaval de 2012. A informação foi dada pelo próprio senador, em discurso no Plenário nesta segunda-feira (11).

- Não é a minha vida, mas a vida da nossa gente - afirmou Paim.

O senador disse que são 35 compositores inscritos para o samba-enredo. Paim informou que serão três eliminatórias, com a final prevista para o próximo dia 6 de agosto, quando a música oficial será escolhida. Segundo o parlamentar gaúcho, é motivo de "muita alegria" ser homenageado pela escola de samba.

- É uma grande satisfação saber que a trajetória de um negro operário que chegou ao Senado será retratada na avenida. É um momento bonito - disse.

Paim agradeceu ao povo de Porto Alegre, aos compositores e à escola de samba e disse que a Imperadores fará um grande carnaval, independentemente do resultado.

Em aparte, o senador Geovani Borges (PMDB-AP) parabenizou o colega e disse que Paim é merecedor da homenagem. Geovani Borges destacou que seu pai já foi homenageado por uma escola de samba do Amapá e declarou que a homenagem é motivo de muita emoção. A senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) elogiou a intenção da escola de samba. Para a senadora, é uma recompensa a Paim, por sua trajetória de vida.

Direitos humanos

Paulo Paim também fez um balanço das atividades do primeiro semestre da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH). Segundo Paim, a comissão realizou 54 reuniões no período e contou com a participação efetiva dos senadores membros.

O parlamentar destacou o exame de matérias e as audiências públicas realizadas pela comissão. Paim citou como exemplo as audiências que trataram do combate à fome, do estatuto da igualdade racial e do estatuto do motorista. Segundo Paim, as audiências públicas permitem "ouvir os problemas e buscar as soluções".

O senador lembrou que já ocupou vários cargos na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, mas manifestou uma consideração especial pela CDH. Paim disse que ficou "satisfeito" quando o PT o indicou para voltar à presidência da comissão. O parlamentar destacou a importância dos direitos humanos e afirmou que o trabalho da CDH é ter um olhar especial sobre o ser humano e sobre os direitos do povo.

- A CDH ofereceu palco a quem não tem palco e oportunidades a quem não tem oportunidades - afirmou.

Paulo Paim também anunciou que a próxima reunião da CDH está marcada para o dia 1º de agosto, para debater a redução dos encargos na folha de pagamento e a redução da jornada de trabalho.            

veja também