Praça dos 3 Poderes terá telescópios para observação de eclipse lunar

Praça dos 3 Poderes terá telescópios para observação de eclipse lunar

Atualizado: Quarta-feira, 15 Junho de 2011 as 8:32

O Clube de Astronomia de Brasília vai colocar à disposição telescópios para quem quiser observar o eclipse lunar que acontece nesta quarta-feira (15). Após o eclipse, serão realizadas pelo governo do Distrito Federal a exibição de uma curta-metragem e apresentação de um quarteto de música instrumental, além de exposições.

Todos os eventos acontecerão na Praça dos Três Poderes. Segundo Marcelo Domingues, um dos diretores do clube, a Lua nascerá em Brasília às 17h42, já totalmente coberta pela sombra da Terra. Às 18h03 o eclipse passa a ser parcial, até se encerrar completamente às 19h02.

De acordo com a Nasa, este eclipse só poderá ser visto completamente em partes da África, da Austrália, da Ásia e no Oriente Médio. Parte da Europa, da Ásia, da Austrália, a Nova Zelândia e países da América do Sul como o Brasil, passarão a acompanhar o evento já com a Lua completamente eclipsada. O último eclipse lunar total visível em Brasília ocorreu em 2007 e os próximos ocorrerão em 2012, 2014 e 2015.

Imagens do último eclipse lunar total, ocorrido em 21 de dezembro de

2010 e observado no Hemisfério Norte. (Foto: AP Photo)

  Astrônomos amadores

Fundado em 1986, quando ocorreu a passagem do cometa Halley, o Clube de Astronomia reúne hoje cerca de 110 sócios. Entre os associados estão professores de física e astrônomos profissionais, mas a maioria é composta por amadores – médicos, empresários e servidores públicos, como Domingues. Ele conta que o primeiro telescópio que teve foi adquirido pelo pai no ano da passagem do cometa. Hoje, possui um fixo em casa, adquirido ao ingressar no clube em 2003, e um menor, que leva aos eventos do clube.

"Além de eventos como o eclipse, nós fazemos um encontro mensal aberto ao público para realizar as observações e trocar informações sobre os telescópios", conta ele. Segundo Domingues, passaram pela última reunião cerca de 500 pessoas, que aproveitaram os quase 30 telescópios disponíveis para observar o espaço.        

veja também