Prédio de faculdade é esvaziado no AM, após piso de sala de aula ceder

Prédio de faculdade é esvaziado no AM, após piso de sala de aula ceder

Atualizado: Terça-feira, 22 Novembro de 2011 as 9:10

O piso de uma sala do curso de Pedagogia da Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam) cedeu na noite desta segunda-feira (21), enquanto cerca de 30 alunos do 3º período participavam de aula da disciplina "Planejamento do Ensino". Por conta do incidente e de informações deturpadas pelos corredores da unidade central, localizada na Rua Leonor Teles, Conjunto Abílio Nery, Adrianópolis, Zona Sul de Manaus, o pânico tomou conta dos alunos. Não houve vítimas e o prédio foi esvaziado.

"Uma colega que foi ao banheiro voltou para sala correndo e gritando que o prédio estava desabando. Aí, entramos em pânico, pois ninguém sabia exatamente onde era o desabamento. Só fizemos correr, deixando nossos objetos para trás", disse uma estudante que preferiu não se identificar. Segundo ela, houve empurra-empurra nas escadas do prédio de três andares.

Por medida de segurança, a direção da unidade liberou os cerca de mil alunos desse turno, mas informou à reportagem do G1 , por intermédio da Assessoria de Comunicação e Marketing, que as aulas serão retomadas normalmente pela manhã.

"Num primeiro momento as pessoas se assustaram pois a informação chega deturpada. Mas, fizemos o isolamento da área para evitar riscos e ainda tivemos que acalmar os estudantes", disse a professora Marta Rocha.

De acordo com a docente, técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) já fizeram a perícia no local. O laudo deve ficar pronto nesta terça-feira (22). Marta Rocha antecipou que pela área comprometida passam diversas tubulações.

Uma das alunas do curso, que também preferiu se manter no anonimato, informou que o problema já era do conhecimento da direção. "Os estudantes já haviam informado a direção, três semanas atrás, sobre o risco de desabamento, mas nenhuma providência foi tomada", criticou. A direção não comentou esse assunto.

Para não prejudicar as aulas de Pedagogia, a professora Marta Rocha informou ainda que os alunos serão transferidos para outra unidade da Esbam, localizada na Avenida Umberto Calderaro (antiga Paraíba), também no bairro de Adrianópolis. "O deslocamento dos alunos para aquele prédio será feito por conta da instituição", assegurou.      

veja também