MENU

Prefeito do Rio diz que local de acidente parece "terrorismo"

Prefeito do Rio diz que local de acidente parece "terrorismo"

Atualizado: Sábado, 2 Abril de 2011 as 11:44

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), visitou neste sábado o local onde um bueiro da Light explodiu na noite de sexta-feira (1º), avenida Nossa Senhora de Copacabana, esquina com a rua Bolívar, na zona sul da cidade. Ele afirmou que a região parece "uma cena de terrorismo".

Paes afirmou que a prefeitura vai contratar uma auditoria para fiscalizar o trabalho da Light. O presidente da concessionária, Jerson Kelman, também esteve no local na manhã de hoje. Kelman irá se manifestar sobre o acidente ainda hoje.

"Qualquer que seja a explicação [da Light], eu não acredito", afirmou o prefeito, que disse que na última vez que se encontrou com Kelman, ele garantiu que esse tipo de acidente não aconteceria novamente.

A explosão atingiu um táxi. As quatro vítimas foram levadas para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea (zona sul). Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Explosão de bueiro atingiu táxi e deixou quatro pessoas feridas na avenida Nossa Senhora de Copacabana, no Rio

TRÂNSITO

A avenida Nossa Senhora de Copacabana permanece interditada, entre as ruas Miguel Lemos e Bolivar, desde a noite de ontem. Não há previsão para a liberação da via.

Segundo informações do Centro de Operações da Prefeitura do Rio, no local do acidente trabalham as equipes da CET-Rio, Guarda Municipal, Bombeiros, Light e Seconserva.

Para os motoristas que trafegam pela via, o desvio está sendo feito pela rua Miguel Lemos, avenida Atlântica (sentido Leme) e rua Barão de Ipanema ou rua Figueiredo de Magalhães, onde retornam para a Nossa Senhora de Copacabana.

Os ônibus que têm a via no itinerário seguem pela rua Figueiredo de Magalhães. O trânsito está liberado para moradores e carros de emergência. A prefeitura sugere que os motoristas evitem a via neste sábado.

OUTROS CASOS

Depois de um acidente que feriu um casal americano no dia 29 de junho do ano passado, outros dois bueiros explodiram na zona sul do Rio de Janeiro, sem deixar feridos.

No dia 14 de julho de 2010, um bueiro explodiu em Ipanema. Quatro dias depois, outro bueiro da Light explodiu no bairro de Laranjeiras.

veja também