Prefeitura de Campinas terá contas de publicidade investigadas

Prefeitura de Campinas terá contas de publicidade investigadas

Atualizado: Quinta-feira, 16 Junho de 2011 as 10:19

O Ministério Público de Campinas, que investiga um suposto esquema de fraudes em licitações da prefeitura, vai apurar irregularidades em contratos de publicidade.

Os promotores já haviam apontado desvio de verbas em contratos da Sanasa (empresa de tratamento de água e esgoto), o que gerou denúncia contra 22 pessoas.

Entre elas estão a primeira-dama, Rosely Nassim Santos, e o vice-prefeito, Demétrio Vilagra, que negam a existência do esquema.

Um dos focos da nova investigação é um contrato entre a prefeitura e o publicitário Eduardo de Godoy Pereira, conhecido por Dudu. A conta, fechada em 2008 para publicidade institucional, é de R$ 7,5 milhões.

Dudu fez a campanha do ex-presidente Lula em 1998 e trabalhou na de Orestes Quércia (PMDB) para o governo de São Paulo, em 1986.

A primeira-dama e ex-chefe de gabinete da Prefeitura de Campinas, Rosely Nassim Jorge Santos

Um dos manuscritos que indicam a divisão de propinas relata que no "contrato Dudu" a primeira-dama receberia R$ 300 mil. Seu escritório teria sediado reuniões de integrantes do grupo, como o ex-presidente da Sanasa, Luiz Augusto de Aquino.

Por e-mail, Godoy disse à Folha que seu contrato se deu por concorrência pública: "Não pratico este tipo de relação com os meus clientes. Sou um jornalista que trata de comunicação com o maior profissionalismo".

Ele confirmou ter cedido o escritório para Aquino, já que a Sanasa "também pode ser considerada sua cliente", mas negou participação nas reuniões. Ele disse que não sabia do assunto tratado.

Ontem, a Câmara dos Vereadores de Campinas rejeitou o afastamento do prefeito, Hélio de Oliveira Santos, o dr. Hélio (PDT), durante as investigações.

veja também