Prefeitura de São Paulo proíbe vendas de alimentos em carros

Prefeitura de São Paulo proíbe vendas de alimentos em carros

Atualizado: Quarta-feira, 27 Agosto de 2008 as 12

O Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária (Inbravisa) informa que a prefeitura de São Paulo proibiu a venda de alimentos em carros e caminhões nas ruas, desde o último dia 23 de agosto - sábado, quando a decisão foi publicada no Diário Oficial. Desta forma o comércio de frutas, doces e outros gêneros alimentícios não é mais permitido.

"Apesar de muitas pessoas fazerem desta atividade sua fonte de renda , o risco de se contrair doenças transmitidas por alimentos é muito grande nestes veículos, pois os mesmos não possuem condições mínimas de higiene", explica Rui Dammenhain, especialista em vigilância sanitária.

Ficam fora desta proibição os dogueiros motorizados que possuem regras próprias para a atividade.

O motorista que for pego desrespeitando a lei terá o carro recolhido ao pátio da subprefeitura e a mercadoria apreendida e jogada no lixo,e além disso, será aplicada uma multa, que varia entre R$ 87,20 e R$ 436.

veja também